segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012



Hoje estou cansada...
Cansada não só fisicamente (estou a precisar de dormir) mas psicologicamente também.
Estou com aqueles pensamentos sobre o sentido da vida.


As pessoas têm percursos de vida tão díspares quanto inesperados.
Olhamos para uma pessoa e julgamos que a conhecemos, pela maneira de falar, de rir pela maniera de estar na vida, pela maneira como reage a desafios... Mas até que ponto conhecemos realmente uma pessoa ao ponto de por a "mão no fogo" por ela. 
Nós próprios sabemos que temos pensamentos e sentimentos que jamais ousamos verbalizar em voz alta. Por muito bom que alguém seja a escrever ou a expressar os sentimentos, há sempre aquele lado que fica escondido...


Uma pessoa pode ser super alegre, viver a vida como se não houvesse amanhã... mas e se esse lado escondido toma conta dela quando se sente deseperadamente no limite? É uma ilusão pensar que nos controlamos SEMPRE, porque numa fracção de segundos tudo pode mudar, seja por cansaço, doidice, desespero ou mesmo orgulho... Temos o livre arbítrio de escolher o rumo da nossa vida e até mesmo de por termo nela, mas até que ponto e com que base fundamentada?

Hoje estou cansada, tenho consciência de que não sei o que escrevo, mas sei o porquê... Notícias recentes acordam sempre velhos fantasmas!...

1 comentário: